top of page

PROGRAMA DO GOVERNO FEDERAL AQUECE O MERCADO DAS CONCESSIONÁRIAS


O Brasil registrou uma alta de 7,39% nas vendas de veículos novos em junho deste ano. Os dados foram divulgados no dia 04 deste mês, pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).


Ao todo, foram emplacados 189.528 veículos, entre carros, comerciais leves, caminhões e ônibus. Nos primeiros seis meses de 2023, houve 998.270 emplacamentos no país, um crescimento de 8,76% em relação ao mesmo período do ano passado.

O aumento das vendas é resultado da redução dos preços após o lançamento do Programa Federal de caráter temporário de redução de preço dos automóveis e de incentivo à renovação da frota de caminhões e ônibus com mais de 20 anos de uso – nos dois casos, com descontos direto ao consumidor.


O programa foi desenhado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), em parceria com o Ministério da Fazenda, que o estruturou do ponto de vista fiscal. Serão destinados R$ 1,5 bilhão para as duas frentes, sendo R$ 500 milhões para os automóveis de passeio e R$ 1 bi para a troca de ônibus e caminhões. Além de aquecer o mercado automotivo e manter funcionando a cadeia produtiva do setor, que gera 1,2 milhão de empregos diretos e indiretos, o programa contribui para colocar em circulação carros, ônibus e caminhões menos poluentes. O programa acabará quando os recursos disponíveis se esgotarem (R$ 1,5 bilhão).


Com esses incentivos federais o mercado de trabalho das concessionárias tem um aquecimento e gera consequentemente mais empregos. Dados do SINDCON-CE indicam que na Capital Fortaleza 3 vezes mais carros são vendidos, após o lançamento do programa. Esperamos que mais empregos sejam gerados e estaremos no apoio aos nossos sindicatos filiados para o que precisarem!

Comments


bottom of page